Resenha | A Garota Que Você Deixou Para Trás - Jojo Moyes




Olá amores. Tudo bem com vocês?
Hoje eu vim falar desse livro que eu li pelo projeto trouxa viajante. Venham comigo conferir. Espero que gostem.





Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo à família, a reputação e a vida na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

Ficha Técnica: 
Editora: Intríseca
Edição: 1
Ano: 2014
Gênero: Romance 
Páginas: 384

O livro é dividido em duas partes: a primeira, onde temos Shopie, a esposa do pintor Edouard Lefevré, que é obrigado a enfrentar os alemães na época da Primeira Guerra Mundial e deixar sua esposa sozinha com seus irmãos e sobrinhos.
Para tentar manter a família alimentada, Shopie gerencia o Le Coq Rouge um restaurante simples e pouco frequentado e que outrora se tornaria o novo point de alimentação dos soldados alemães, mesmo contra sua vontade. O Kommandant dos alemães logo se interessa pelo quadro de Shopie, que o recebeu de presente de seu marido.
Shopie começa a perceber os olhares tortos e incomodados, e enquanto tudo isso acontece, ainda tem que lhe dar com a saudade que tem do marido. Em uma tentativa louca de ter seu marido de volta, Shopie toma as decisões que podem colocar toda sua família e sua dignidade em risco, mas seu único objetivo é ter Edouard de volta. 

A segunda parte se passa em 2006, e somos apresentados a Liv Halston que vive em uma casa moderna, criada por seu marido e que abriga suas lembranças e também um lindo quadro de uma jovem que ganhou na sua lua de mel.
Certa noite, Liv, na tentativa de fugir de sua rotina, vai a um bar e acaba bebendo demais. Lá ela conhece Paul, uma cara gentil e que meche com os seus sentimentos.
Não poderia imaginar Liv, que sua vida mudaria totalmente depois desse encontro e que tudo o que tinha sobrado de sua vida estava em risco, incluindo o lindo quadro. 

Eu li esse livro, por causa do projeto #TrouxaViajante, do qual participo junto a outros 7 booktubers. Esse foi o livro escolhido pela Mari do canal, Panda Vermelho.

Eu nunca fui grande fã de romances, para me chamar a atenção, deve ter algo a mais, um toque de fantasia/ficção, sabe? Mas fui forçado a ler este livro, o qual demorei apenas três meses para terminar. Foi uma leitura bem sofrida, mas finalmente terminei.

Ouvia por aí maravilhas sobre a JoJo Moyes, confesso que até tinha ficado curioso para ler algo dela. Quando comecei o livro, já sabia que não ia curtir muito. 

O livro é muito, mas muito descritivo. É legal quando o autor descreve bem as cenas, desde que não torne a leitura maçante e foi isso que aconteceu com “A Garota que Você Deixou Para Trás”.

Não posso dizer que a história é de todo ruim, é até legal. Mas eu me incomodei demais com a forma de escrita da autora, o que juntando com outros defeitos do livro, me deixaram muito decepcionado. Não conseguia ler mais que 20 páginas por dia, pois se tornava muito maçante e eu logo tinha vontade de largar o livro.

Tem uma parte em que ela leva metade de uma folha para descrever uma cena de um beijo rápido. Qual a necessidade disso? Caso ela tivesse diminuído essas descrições exageradas, com certeza o livro seria bem melhor.

Pode ser que gostem de livros assim, eu particularmente, não gosto. Para os fãs de romance, certamente irão gostar, caso não se incomodem com a escrita, assim como eu.

Os personagens, o cenário, a trama no geral, são bem desenvolvidos. Personalidades bem fortes, histórias bem conectadas e uma trama interessante. O que realmente me incomodou, foi o excesso de descrição, o que pode não importunar vocês. 

Recomendo o livro aqueles que gostam de romances e aos que se incomodam com o que eu falei, passem longe.

Confiram também a vídeo resenha: 
 



Por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha.

Beijos e Abraços!

- Ágno R. Vilar







20 comentários:

  1. O vídeo ficou ótimo!

    L. xx
    meumundodalua.com

    ResponderExcluir
  2. Vou ter que passar longe então, porque embora seja uma história com personalidades fortes, o que gosto muito, não consigo ler coisas com excesso de descrição. Realmente incomoda muito. Li poucos livros muito descritivos dos quais gostei. Então, por hora, acho melhor evitar haha.
    Não gostou tem que falar mesmo. Ótima resenha.
    Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! É bem chatinho e ainda me colocou em uma ressaca literária daquelas.
      Se não gosta, evita mesmo. kkkk
      Obrigado. Beijosss!!

      Excluir
  3. Sempre vejo esse livro no feed do instagram, parece que "todo mundo" está lendo ele haha eu tinha até um pouco de interesse em lê-lo, mas não gosto de livros descritivos demais, e como você disse, qual a necessidade de descrever um beijo em uma página inteira?! Isso já me desanimou totalmente, bem, pelo menos já é menos um livro na minha lista hahahahaha
    Beijos

    www.ironiadascapas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita. hahah! Bom, realmente foi uma leitura desagradável.
      Beijos!!!

      Excluir
  4. eu sempre vejo esse livro tanto no instagram quando nos sites quando entro parece ate que el me persegue , confesso que já havia ate me interessado por ele mais depois que você disse tudo isso ele será mais um dos quais vou ter que pensar a respeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre ouvia falar muito da Jojo. Ou esse é o pior livro dela, ou ela não é tudo o que dizem por aí.

      Excluir
  5. estou apaixonado por esta resenha!!! Sempre vejo muitas resenhas e fotos em redes sociais deste livro. Parabéns.
    www.misteriosliterarios.com.br

    ResponderExcluir
  6. Hey, Ágno!

    Eu já li esse livro e até que gostei, na verdade esse é o que menos gosto da autora. Por isso digo: não desista de ler outros livros dela, Jojo é incrível! Como li em período de férias não liguei muito para a leitura mais arrastada, mas confesso que não gosto muito de leituras assim, dá vontade de desistir. Parabéns pela resenha, arrasou!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!

      Bom, vou ser sincero com você. Não sei se vou ler outro livro dela, não gostei mesmo. Massss, NEVER say NEVER né? kkk

      Obrigado, Beijos!!!

      Excluir
  7. Animei com o comentário acima, existem vários autores que escrevem livros maravilhosos e infelizmente temos o azar de pegar um dos piores. Já aconteceu comigo várias vezes. Não tenho experiência com Jojo, mas irei ler algo dela logo, logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, mas comece por outro.
      Depois me fala o que achou. Beijos!!

      Excluir
  8. Super quero ler, pq me apaixonei pela Jojo Moyes, mas confesso que dos dela esse é um dos que menos tenho vontade de ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que é fã da Jojo, acho que já ouvi você falando dela lá no canal. Quando ler ele, fala o que achou. Bjoss!!

      Excluir
  9. Não curto livros com enredos passados durantes as guerras mas fiquei curiosa para saber qual a ligação entre as duas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O enredo é até legal. Se gostar de romances e não se importar com o tipo de escrita dela, acho que vai gostar.

      Excluir
  10. Li esse livro logo após ler "Como eu era antes de você".
    Gostei muito da história, é realmente um livro bem descritivo, algumas partes poderiam ser resumidas, mas no geral eu gostei bastante, a história é boa, os personagens são fortes e marcantes, se passa em uma época que me chama bastante atenção.
    Tem vários livros que deixei de ler por ser muito descritivo kkk (um deles é da própria Jojo).

    ResponderExcluir
  11. Ola, tudo bem? Então acabei de ler como eu era antes de vc, estou ainda de luto. E quero muito ler todos os livros da Jojo, mas confesso que não gosto de livros que falem sobre guerras etc... Me deixou com um pé atrás!!! E se a leitura não me prender nas primeiras 10 paginas, to fora, até hoje abandonei apenas dois livros, e não gosto de abandonar!!!Agno, vc me colocou numa situação dificil!!!
    One

    ResponderExcluir