[Projeto] Resenha | Garoto encontra Garoto - David Levithan | Book Bus

Olá queridos! Tudo bem com vocês?

Hoje vim mostrar a resenha lo livro Garoto encontra Garoto, que foi a indicação da Mari do Blog Panda Vermelho para o projeto "Tá na estante não leu? seu amigo escolheu!". E conforma as regras do projeto, aqui está a resenha. Espero que gostem! 



Resenha | Garoto encontra Garoto – David Levithan
Editora: Galera
Ano: 2014
Gênero: Ficção estrangeira
Páginas: 240



Sinopse: Nesta comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile Infinite Darlene é uma quarterback que costumava se chamar Daryl, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. Agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultra religiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga namorar o maior babaca da escola. Enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!


 Em um sábado de novembro, Paul e Tony decidem ir a um show em uma livraria da cidade, onde uma banda de amigos tocará. Durante o show, Paul conhece Noah. Nesses dois minutos em que se esbarraram aconteceu algo que Paul não consegue explicar, mas ele precisa rever Noah. Ao saber que estudam na mesma escola. Acabam marcando de se encontrar por lá depois. Os dois acabam se encontrando e vão se conhecendo melhor, até que se torna um “relacionamento”. Paul acaba fazendo uma burrada, o que afasta Noah dele. Agora Paul tentará recuperar o amor de Noah, e ajudar seus amigos. Os pais de Tony que é o melhor amigo de Paul, são super-religiosos e não aceitam a sexualidade do filho, então determinam horários e restringem a saída do filho de casa. Caso ele não informe que irá sair com uma garota e Joni está namorando o maior babaca da escola, que está fazendo ela se distanciar dos amigos. Paul terá que lidar com seu ex-namorado, ajudar seus amigos, organizar o baile da escola e mostrar a Noah que ele acredita que o amor dos dois é para sempre.



 Paul é um garoto comum, que está sempre de bem com a vida, um pouco confuso em relação aos seus sentimentos, mas ninguém é perfeito não é mesmo?! Noah é outro garoto de ouro, bem decidido, sofre um pouco por causa da frequente mudança de endereço por causa do trabalho dos pais, mas tenta levar isso da melhor forma possível. Tony é um guerreiro, sofre com a ignorância dos pais, por não aceitarem sua sexualidade, mas enfrenta tudo isso de cabeça erguida, sem ferir os seus sentimentos, pois sabe que eles o amam da maneira deles. Joni é uma garota bobinha, que se apega fácil, mas que apesar de tudo sabe que não há ninguém melhor que os amigos. Infinite Darlene que é a personagem transexual é quarterback do time de futebol e rainha do baile, uma coisa fora do comum, mas que te ensina boas lições.

 Todo o livro é narrado em primeira pessoa, exclusivamente por Paul, o que me decepcionou um pouco, pois fiquei curioso para saber o que se passava na cabeça dos outros personagens. A escrita é boa, de fácil entendimento. A leitura flui tranquilamente. A capa é legalzinha, porém acho que caberia um pouco mais de criatividade.

 Recomendo a leitura a todos que queiram saber mais a respeito do universo LGBT, das dificuldades que um gay passa em relação à aceitação dos pais e que gostem de ver até aonde a amizade te leva. Na trama não tem nada de MARAVILHOSO, mas foi uma leitura válida, pois consegui extrair do livro algumas lições importantes.


6 comentários:

  1. Olá!
    Parece ser um livro ótimo para reflexão e conhecimento, principalmente nos dias de hoje que é um momento em que ninguém consegue se colocar no lugar do próximo, não é? Ótima resenha!
    Abraços.

    http://leitoracretina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É sim. Recomendo a leitura.
      Obrigado pela visita!
      Abraços.
      Ágno R. Vilar

      Excluir
  2. Oi!
    Já ouvi falar muito nesse livro. Tenho uma amiga que ama *-* Preciso ler. NOW!!!! Bjss

    livrosesugestoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!!
      Pois leia criatura.Vale a pena.
      Bjos!

      Ágno R. Vilar

      Excluir
  3. Já tinha lido Will E Will do autor, e gostei bastante da personalidade dos personagens gays que ele criou, um bem diferente do outro, mas os dois bem legais.
    Talvez um dia leia esse livro
    abraço
    http://os-jovens-leitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu terminei de ler Will e Will ainda esse mês. Também gostei bastante.
      Leia esse também, se gostou de Will e Will irá gostar desse também.
      Abraço!

      Ágno R. Vilar

      Excluir